quarta-feira, 25 de novembro de 2015

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

terça-feira, 10 de novembro de 2015

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Estúpido "Eu te amo" contra o medíocre "Muito obrigado"



Ali sem jeito falei sobre a falta
que me tens feito e da imensa vontade
de conversar, checando o telefone sem
ao menos me olhar, ela deu um suspiro
de tédio e disse"Tá", foi então que eu sorri
e desisti, sentindo aquele sinistro misto de dó
e ódio de mim mesmo pela tentativa, foda-se
o amor e viva a mediocridade, eu supervoto
que toda boa moça deveria almejar alguém
com o peito sequelado, tipo, há muito tempo
sem ninguém do lado, pouco ou nada fizeram
à respeito e aquele meu amigo lá recebeu um
telefonema inesperado à meia noite de sábado,
aquele outro teve um corpo entregue, e sobre
aqueles doces versos dedicados? Bem, eu ganhei
um florido "Muito obrigado"...